5 de set de 2011

Valorizados pelos colecionadores, vinis chegam a custar 5.000 reais


Roberto Maia: coleção com 15 000 discos
A popularização dos CDs, no início da década de 90, levou os discos de vinil a um quase completo ostracismo no mercado da música. Recentemente, no entanto, o número de apreciadores dos “bolachões” — além dos DJs e dos audiófilos que não os trocam por nada — voltou a crescer. Em algumas lojas especializadas da capital, a procura dobrou nos últimos cinco anos. O preço médio gira em torno de 20 reais e é possível encontrar barganhas por apenas 1 real. Dentro desse universo, há um seleto grupo de LPs e compactos que atingem cotações muito maiores, em função de sua raridade.

Clique aqui  e veja matéria completa no site da Veja SP.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...