22 de jun de 2011

O rango é pro enterro

Os médicos deixaram que os parentes levassem o velhinho para a sua casa, para cumprir seu último desejo: O de morrer em casa, ao lado de seus queridos.
Foi para o quarto e as visitas foram se revezando para tentar consolar e dar conforto ao velhinho em seu derradeiro momento.De repente o velhinho sentiu um aroma maravilho o que vinha da cozinha.
Era a Norma sua mulher tirando do fogo um cozinhado de bode.
Os olhos do velhinho brilharam e ele se reanimou.
Ele pediu ao bisneto que estava ao lado da cama dele:
-Menino peça a sua avó um prato pra mim.
O guri foi e voltou muito rápido.
-Vovó disse que não podia.
-Porquê?
A velha gritou lá da cozinha:
-É pro povo que vem pro enterro...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...