10 de ago de 2010

Feira em São Paulo discute o futuro da TV por assinatura e banda larga.


Começou hoje em São Paulo o maior evento de TV por assinatura, banda larga e serviços convergentes da América Latina e o processo de regulamentação do setor dominou as discussões no primeiro dia.
A TV por assinatura, que nos últimos anos incorporou a alta definição e entra na era 3D, cresce 20% ao ano já está presente em mais de oito milhões lares do país. O encontro que começou hoje foi aberto pelo presidente das Organizações Globo, que fez a principal palestra do dia.
Roberto Irineu Marinho lembrou o pioneirismo da Globosat, que começou a operar em 1991 com quatro canais e citou a programação de conteúdo majoritariamente nacional.
“A ênfase claro é no conteúdo brasileiro: são cerca de 33 mil horas de conteúdo brasileiro, sendo 22 mil horas de produção própria e 11.200 horas contratadas de 100 produtoras independentes. A Globosat transformou-se assim, sem nenhum incentivo fiscal,
no maior pólo privado brasileiro de promoção do produtor independente, sendo esta uma de suas principais vocações.
O presidente das Organizações Globo classificou como positivo o projeto de lei que tramita no Senado regulamentando o setor, e que pode significar um novo impulso para a área.
“Acreditamos o número dos domicílios com TV por assinatura pode mais do que dobrar nos próximos cinco anos. Se em 2009 havia 7,5 milhões de assinantes, acreditamos que em 2015 este número pode chegar a mais 15 milhões. De nossa parte tudo faremos para tornar a TV paga um item de consumo ainda mais atraente”, declarou.


Já são 21 anos de TV por assinatura no brasil. Esse mercado, que se considera maduro, reclama que as leis não acompanharam o avanço da tecnologia e defende novas regras para continuar crescendo.
“A tecnologia avança a cada minuto. O que era novidade hoje deixa de ser amanhã e isso está trazendo um conflito e divergência de interesses tão grande que ao final você não vai ter como fiscalizar ou regulamentar”
Som, imagem, transmissão de dados: tudo junto. Convergência é a palavra.
“O principal desafio do setor é desenvolver um modelo que acomode esta revolução da convergência num modelo para telecomunicações em geral no Brasil como um todo”


Telefunkem a côres 1976.... Segue foto do trambolho. Só dava "PERDIDOS NO ESPAÇO" e "NACIONAL KID  ...Beijo e deixem um recado no mural do BLOG . ( cliquem em enviar mensagen).   

  





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...